MARÍLIA VIEGAS

CURRICULUM

 

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS DE PINTURA, DESENHO E GRAVURA

1964 Círculo Cultural do Algarve, Faro; Galeria “Amigos de Silves” , Silves.

1976 Galeria Grafil, Lisboa.

1978 "A Árvore e o Homem” Galeria de Arte Moderna Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa.

1982 Círculo Cultural do Algarve, Faro.

1983 Galeria S. Francisco, Lisboa.

1984 Galeria Nova - Convento da Graça, Torres Vedras; Galeria Teoartis, Évora.

1985 Galeria do Posto de Turismo de Chaves.

1986 A Galeria, Cascais; Galeria de Arte Moderna Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa.

1987 Espaço do Pintor, Lisboa; Galeria Espiral, Oeiras.

1989 Galeria Ariarte, Lisboa; Galeria Arcadas do Parque, Estoril; Galeria de Arte Espiral, Oeiras.

1990 Casa das Artes, Tavira.

1991 Galeria S. Francisco, Lisboa; Galeria Vandelli, Coimbra; Cooperativa de Gravadores Portugueses, Lisboa

1993 Galeria Diferença, Lisboa.

1994 Galeria Municipal de Exposições, Sobral do Monte Agraço; Galeria Quattro, Leiria; Galeria Municipal da Câmara da Amadora; Galeria Pousão, Porto.

1995 Centro Cultural da Mala Posta, Loures; Galeria Diferença - loja, Lisboa; Galeria Teoartis, Évora; Biblioteca Municipal de Grândola.

1996 Galeria da EPAL Mãe D’Àgua, Lisboa; Galeria Projecto, Vila Nova de Cerveira.

1997 Galeria 65A, Lisboa.

1998 Movimento da Arte Contemporânea, Lisboa; Fábrica da Cultura, Amadora.

1999 “Inconscientemente Poético” Galeria Enes, Lisboa.

2000 Museu José Malhoa, Caldas da Rainha.

2001 Escola Superior Tecnologia Gestão Arte e Design, Caldas da Rainha; Centro de Arte Contemporânea daAmadora, Alfragide; “Simultaneidades” Movimento de Arte Comtemporânea, Lisboa; “Rasgos, Arcos e Pórticos” Galeria Municipal de Albufeira.

2002 “Gestos” Associação de Gravura Água – Forte, Lisboa

2004 "As Cidades de Marília Viegas" Galeria MAC (Movimento de Arte Contemporânea), Lisboa

2005 "As Cidades Revisitadas" Galeria CIDIarte, Lisboa

 

ALGUMAS EXPOSIÇÕES COLECTIVAS, PORTUGAL E ESTRANGEIRO

1976 “Jeune Peinture portuguaise” Centre Cultural portugais, Fondation Calouste Gulbenkien, Paris; Lunds Konsthall, Suécia

1977 “Cultura portuguesa”, Madrid

1979 1ª Biennale Der Europaischen Grafik Heidelberg; 13ª Biennale de Gravure à Ljubljana.

1980 8ª Biennale Internacionale de Gravura, Cracovie.

1982 Exposição de Arte Moderna na Sociedade nacional de Belas Artes, Lisboa.

1984 10ª Biennale de Gravure, Cracovie.

1985 III Bienal de Vila Nova de Cerveira; I Encontro de Artes Plásticas, Lagos; Exposição de Artes do Banco de Fomento, Lisboa; IV Bienal Internacional de Vila Nova de Cerveira; “Homenagem dos Artistas Portugueses a Almada Negreiros”, Lisboa; Exposição na Galeria S. Francisco, Lisboa.

1986 Galeria Príncipe Real, Lisboa; “Prémio Máximo Ramos”, Museu Bello Piñero, Ferrol – Espanha.

1987 III Exposição Nacional “30º Aniversário da Gulbenkian”, Lisboa; “ Paisagem Portuguesa” Galeria do Estoril.

1988 Gravura Galeria Diferença, Lisboa; “Cinco Gravadores Portugueses no Japão” Galerie Art Dune, Tokyo.

1989 4 Pintores Portugueses na Galeria S. Francisco; “Prémio Máximo Ramos” Museu Bello Piñero, Ferrol – Espanha.

1990 II Exposição de Gravura, Câmara Municipal da Amadora; II Exposição de Gravura e Desenho Galeria Viragem, Cascais; II Bienal de Gravura, Cãmara Municipal da Amadora; “Máximo Ramos” III Prémio Grabado Museu Bello Piñero, Ferrol – Espanha.

1992 III Bienal de Gravura, Câmara Municipal da Amadora; Gravura portuguesa, Oxford – Inglaterra.

1994 Gravura “Instituto Camões” Exposição Itinerante por toda a Europa; Exposição de Gravura organizada pela Secretaria de Estado da Cultura, Lisboa.

1995 Colectiva de Pintura Câmara Municipal da Amadora; Pintura na Galeria de Arte “Conde Redondo”, Lisboa.

1997 “Solidários” Forúm Picoas organizada pela Associação Portuguesa de Deficientes, Lisboa; “Então tens pintado?” Comemorativa dos 25 anos do curso 1970/71 da ESBAL Câmara Municipal da Amadora.

1998 “Nove Maneiras de Ver” Galeria Escudeiros, Beja; Pintura Movimento de Arte Contemporânea, Lisboa.

2000 “Grupo Paralelo” Igreja de S. Tiago, Palmela; “Caminhos” Convento dos Cardaes, Lisboa; Arte Contemporânea Portuguesa “Price Waterhouse Cooper 2000” Patriacal EPAL, Lisboa.

2001 “Grupo Paralelo” Galeria Municipal de Arte, Moura; “Grupo Paralelo” Convento de S. José, Lagoa; 1ª Bienal de Gravura de Santo André, Brasil; “Artistas premiados na Bienal de Gravura da Amadora, Québec e Montreal – Canadá; Feira de Arte Contemporânea, Lisboa.

2002 “100 anos/100 artistas” Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa; “Curso 1970/71 da ESBAL 12 por 12” Galeria de Arte Casino Estoril.

2003 “IX Aniversário” Movimento de Arte Contemporânea, Lisboa; “Múltiplos Contemporâneos” Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa.

2006 “Aula Extra” exposição dos antigos Professores de Belas Artes, FBAUL.

2006/07 “50 anos de Gravura Portuguesa” em várias cidades de Portugal, Tavira, Lisboa, Porto e Coimbra.

2007 Exposição de Homenagem ao “Mestre Cruzeiro Seixas” Galeria Municipal Artur Bual, Amadora.

2007 Pintura na Galeria “Acto Galeria de Arte”, Porto.

2008 Aniversário MAC – Movimento de Arte Contemporânea, Lisboa.

2008 Homenagem informal ao “Mestre José Garcês” Galeria Municipal Artur Bual, Amadora.

2009 “30 anos de Galeria Diferença”, Lisboa.

 

PRÉMIOS

1973 Três medalhas e um prémio em três Exposições de Arte no Estoril; Prémio de Aquisição no 1º Salão de Artes Plásticas de Santarém.

1980 Prémio de Aquisição em Bienais Internacionais de Gravura.

1983 Prémio de Edição nas I e II Exposições Nacionais de Gravura.

1984 Prémio de Aquisição na 1ª Exposição de Arte no Banco de Fomento Nacional.

1988 Menção Honorífica na Exposição de Gravura “Prémio Máximo Ramos”; Prémio de Edição na IV Exposição Nacional de Gravura; Menção Honrosa na Exposição “Como os Artistas sentem a Poluição do Ambiente”, Setúbal; Menção Honrosa na Exposição “Paisagem Portuguesa”, Estoril.

1989 Prémio de Edição na 1ª Bienal de Gravura de Amadora.

1990 Prémio “Câmara Muinicipal da Amadora” II Bienal de Gravura da Amadora.

2004 Prémio Movimento Arte Contemporânea "MAC 2004"

 

GRAVURAS EDITADAS

Em 1988 editada pela Câmara Municipal da Amadora. Em 1976, 1979, 1987 e 1990 editada pela Cooperativa Portuguesa de Gravadores. Em 1995, 2000 editada pelo “Centro Português de Serigrafia”, Galeria S. Bento.

 

REPRESENTADO EM

Câmara Municipal da Amadora; Centro Cultural da Mala Posta; Museu da EPAL; Banco do Fomento Nacional; Museu de Mirandela; Museu Municipal Bello Piñero, Ferrol – Espanha; Banco de Portugal; Museu do Desporto e em colecções Particulares.

Página principal